Sobre os simulacros: amplificações da verdade?

Muitas coisas são obscenas porque têm demasiado sentido, porque ocupam demasiado espaço. Atingem assim uma representação exorbitante da verdade, isto é, o apogeu do simulacro. Jean Braudrillard (1990). As Estratégias Fatais. Lisboa: Editorial Estampa. * Também poderá estar interessado em ler: O fenómeno do carjaking