Netiquete

Objetivo Reflexão sobre a natureza da interação na internet: há pessoas de ambos os lados das interações em ambiente virtual.   1ª fase Diálogo inicial sobre as regras nas interacções na internet: há normas de educação na internet? Deve lembrar-se ao grupo que vários jogos, chats e redes sociais que não permitem insultos ou a […]

O que é ter dinheiro na net?

Objetivo Promoção de reflexão sobre o que é o dinheiro na net e o que é o dinheiro virtual.   1ª fase Conversa inicial para enquadrar a atividade. Desta feita, versará o que é o dinheiro real na internet, ou seja quando se gasta dinheiro para se ter privilégios nalguma plataforma virtual (em jogos ou […]

Encontros cegos

Objetivo Promover discussão e reflexão sobre o que é conhecer alguém.   1ª fase O dinamizador promove a habitual conversa inicial, desta vez versando a ideia de não se conhecer completamente as pessoas com quem se interage via internet: não lhe conhecemos a voz e as feições (caso não se use a webcam); a forma […]

Sou dependente?

Objetivo Reflexão sobre os sinais e consequências de uma conduta dependente, no que concerne à relação com a internet e as suas diversas plataformas.   1ª fase Dinâmica semelhante à anterior. Desta vez, porém, os grupos devem concentrar-se na descrição de um viciado na internet quer em termos gráficos, quer depois em relação a aspectos […]

Dicionário Crime, Justiça e Sociedade

Publicita-se aqui a importante obra Dicionário Crime Justiça e Sociedade que se constitui como obra de referência para as áreas da psicologia da justiça e do comportamento desviante. A obra foi dirigida por Rui Leandro Maia, Laura M. Nunes, Sónia Caridade, Ana Isabel Sani, Rui Estrada, Cristiano Nogueira, Hélder Fernandes e Lígia Afonso. O livro […]

Quem é o intruso?

Objetivo Desconstruir o sentimento de segurança que muitos utilizadores jovens têm de superioridade e segurança face aos meios da internet.   1ª fase Breve diálogo sobre o sentimento de segurança e de impunidade no uso da internet. Como em outros casos, muitas vezes as pessoas pensam que determinadas situações só acontecem aos outros. – 2ª […]

O noob

Objetivo Abordar o sentimento de segurança desenvolvido por muitos utilizadores de plataformas internáuticas. Discutir quais as competências importantes para se navegar na net com o mínimo de segurança.   1ª fase Dinamizador promove breve conversa sobre o conceito de noob (newbie): um utilizador ingénuo que não percebe as armadilhas que os outros lhe montam ou […]

O que estarão a pensar e a sentir?

Objetivo Promover reflexão conjunta sobre o pensar e sentir dos jovens utilizadores da internet.   1ª fase O dinamizador promove uma breve conversa sobre o facto de muitos jovens conhecerem os perigos associados à utilização da internet, mas que acham que os «azares» só acontecem aos outros. Muitos deles desenvolvem um sentimento de segurança que […]

O predador

Objetivo Identificar perfis potenciais, assim como estratégias, do chamado «predador» virtual. – 1ª fase O dinamizador promove uma conversa inicial sobre a existência de certos utilizadores da internet que pretendem enganar terceiros, os aqui chamados «predadores». Sublinhamos algumas situações: pishing (tentar obter dados bancários da outra pessoa) pedofilia, violação, engate, roubo, vendas fictícias, entre outras. […]

O perfil do teclador

Objetivo Quais os perfis de utilizadores da internet? Promover reflexão sobre motivações e caraterísticas genéricas para cada faixa etária que se considere. – 1ª fase Breve conversa sobre o perfil dos tecladores (utilizadores da internet) e que esse perfil será necessariamente diferente conforme a faixa etária considerada. – 2ª fase Formação de grupos. Cada um […]

Histórias de vida, psicologia e literatura

Recordo hoje um artigo que escrevia há anos, partindo de uns versos de um poeta quinhentista português, bem pouco conhecido, Vasco Mousinho de Quevedo. Eis o início do soneto que serviu de mote ao trabalho: Quando às vezes a mi, por mi pergunto, Quem fui responde que me não conhece Com não ser, de quem […]

Dos consumos de drogas problemáticos a outros mais invisíveis

A imagem do toxicodependente é recorrente em muitos meios de comunicação: o sem abrigo, que perdeu muitas coisas importantes da sua vida. Ele lamenta-se em frente da televisão ou da rádio dos enormes erros que cometeu e de muitas coisas que fez e de que agora se arrepende. Esta imagem era, e é evocada, a […]

Revisão de conceitos da psicologia do comportamento desviante

Artigo de revisão de 1999 sobre autores e conceitos centrais na área da psicologia e sociologia da desviância. Acompanhamos aqui a evolução do conceito de subcultura, tecendo posteriormente considerações sobre a sua importância na compreensão da formação da identidade desviante na toxicodependência. O texto organiza-se, para isso, em torno de dois momentos: o nível social […]