Como quero ser na internet?

Objetivo Promover a reflexão sobre o modo como quero ser (e aparecer na internet).   1ª fase O dinamizador explica o conceito de avatar: o outro eu na net que pode coincidir ou não com o modo como sou na realidade. Os alunos, organizados em grupos de trabalho, fazem desenhos do seu avatar, dão-lhe um […]

O meu amigo virtual

Objetivo Promover reflexão sobre o que é conhecer uma pessoa no mundo virtual.   1ª fase Discussão sobre se é possível ter um amigo virtual ou não. O dinamizador pode desenvolver uma atitude ligeiramente provocatória, mostrando-se céptico quanto à natureza dessa amizade. Avança para a fase seguinte quando o grupo se mostrar centrado na temática. […]

Vamos ser detetives?

Objetivo Promover reflexão, no grupo de jovens, sobre o modo como poucas informações podem levar a saber muito sobre uma determinada pessoa.   1ª fase Depois de organizados em grupos e de uma breve preleção sobre o propósito desta atividade, realiza-se um jogo do stop com nomes de pessoas (nomes próprios e depois de família). […]

Netiquete

Objetivo Reflexão sobre a natureza da interação na internet: há pessoas de ambos os lados das interações em ambiente virtual.   1ª fase Diálogo inicial sobre as regras nas interacções na internet: há normas de educação na internet? Deve lembrar-se ao grupo que vários jogos, chats e redes sociais que não permitem insultos ou a […]

As ondas de solidariedade

Objetivo Reflexão sobre movimentos de solidariedade ou de aviso que se propagam via e-mail: quais os seus perigos e os benefícios. – 1ª fase Discussão em grande grupo sobre abaixo-assinados, aviso de vírus, procedimentos supostamente enganosos de certas empresas, ou solidariedades para com certos países ou pessoas vítimas de infortúnio.   2ª fase O trabalho […]

Vamos fazer uma partida?

Objetivo Promover trocas de impressões sobre as certezas que podemos ter na internet, assim como desmontar a ideia de segurança, certeza e invulnerabilidade que muitos dos adolescentes desenvolvem na sua relação com os mundos virtuais.   1ª fase O que farias para enganar alguém na net: numa rede social, num chat, messenger, em jogos MMOG […]

Sou dependente?

Objetivo Reflexão sobre os sinais e consequências de uma conduta dependente, no que concerne à relação com a internet e as suas diversas plataformas.   1ª fase Dinâmica semelhante à anterior. Desta vez, porém, os grupos devem concentrar-se na descrição de um viciado na internet quer em termos gráficos, quer depois em relação a aspectos […]

Sobre o currículo oculto nas escolas – no P3

Interrogámo-nos anteriormente sobre o currículo oculto de muitas das nossas escolas. Fizemo-lo a propósito dos trabalhos de casa em excesso e do modo como eles podem interferir com o processo de aquisição de competências de estudo. Descomplicando: como posso aprender a estudar se tenho sempre de fazer tarefas que me são impostas? Leia o texto completo […]

A dissipação do agora

As novas tecnologias, volto assim a uma abordagem pessimista das mesmas, possuem um poder fissurante de cada um com o seu aqui e agora. Utilizo estes dois últimos conceitos no sentido que a psicologia gestalt lhes dá: o bem-estar psicológico parte muito da capacidade de aceitarmos o presente. De estarmos bem connosco, neste momento que […]

O noob

Objetivo Abordar o sentimento de segurança desenvolvido por muitos utilizadores de plataformas internáuticas. Discutir quais as competências importantes para se navegar na net com o mínimo de segurança.   1ª fase Dinamizador promove breve conversa sobre o conceito de noob (newbie): um utilizador ingénuo que não percebe as armadilhas que os outros lhe montam ou […]

Notas sobre a educação para o uso da internet – P3

Fazemos aqui breve notícia de um artigo de opinião publicado recentemente no P3 Ao homem não basta a celeridade natural. A sociedade que criou possibilita um ritmo muito mais elevado — exige um ritmo muito mais elevado. O homem fica, pois, a estar mais adaptado se associado a uma máquina informática que o inscreva como […]

O perfil do teclador

Objetivo Quais os perfis de utilizadores da internet? Promover reflexão sobre motivações e caraterísticas genéricas para cada faixa etária que se considere. – 1ª fase Breve conversa sobre o perfil dos tecladores (utilizadores da internet) e que esse perfil será necessariamente diferente conforme a faixa etária considerada. – 2ª fase Formação de grupos. Cada um […]

Como lidar com…

Objetivo Aumentar competências do grupo em relação a lidar com casos problemáticos relacionados com a internet. As competências não devem ser apenas individuais, mas também ter em conta as potencialidades da escola e da família. – 1ª fase O dinamizador conduz um breve diálogo sobre casos em que os jovens conhecem pessoas que os enganam […]

O branco do preto e o preto do branco

Objetivo Identificar aspectos positivos e negativos de conhecer pessoas pela internet. – 1ª fase Cada elemento do grupo escreve numa folha aspectos positivos e negativos de conhecer pessoas na internet. Caso o grupo não tenha muito conhecimento deste tipo de interações, será necessário ter uma conversa antes do início da actividade: há pessoas que entram […]

Nota sobre artigo de meta-análise sobre técnicas de relaxamento

Trata-se de um trabalho que pretende comparar o grau de eficácia de várias técnicas de relaxamento, incluindo a meditação, no tratamento de diversas perturbações de ansiedade. O uso de ansiolíticos tem eficácia a longo termo relativamente limitada e por isso a comunidade científica tem evoluído para a combinação de uma abordagem somática com aproximações de […]