Ver de longe para olhar de perto: a intervenção socio-sanitária junto de grupos marginalizados em S. Francisco

revista toxicodependênciasTrabalho que resultou de uma visita de estudo ao contexto de intervenção em grupos marginalizados em S. Francisco. A visita foi possível no âmbito de um projecto de investigação financiada pela FCT e de que resultou um outro artigo, alvo de post independente.
A presença continuada de toxicodependentes nos espaços públicos da grandes cidades colocou o cidadão médio perante a evidência das consequências da deriva junkie e fez emergir uma série de estratégias de cuidados e de controle sanitário que é comum agrupar sob a etiqueta de redução de risco e minimização de danos. Neste artigo propõe-se uma visita a algumas destas acções juno de toxicodependentes de rua em S. Francisco, nos EUA. Descrevem-se em primeiro lugar alguns aspectos socioculturais do contexto em análise, de modo a situar as instituições e os projectos. (…)

Referência:
Carvalho, M.C.; Tinoco, R. & Fernandes, L. (2003). Ver de longe para olhar de perto: a intervenção socio-sanitária junto de grupos marginalizados em S. Francisco. Toxicodependências, 9, 3, 47-59.

Aceda ao artigo completo aqui.

*

Também poderá estar interessado em ler:

Os actores e os contextos de consumo: anotações em torno da prevenção do abuso de drogas

As potencialidades clínicas do biograma – algumas reflexões

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s