Marxistas e freudianos

A honestidade intelectual não consiste em tentar abrir trincheiras ou estabelecer uma posição, comprovando-a (ou “probabilizando-a”) – a honestidade intelectual consiste antes na especificação precisa das condições em que um indivíduo está disposto a desistir da sua posição. Os marxistas e os freudianos convictos recusam-se a especificar tais condições: e este é o cunho da sua desonestidade intelectual. A crença pode ser uma fraqueza biológica lamentavelmente inevitável, a manter sob o controlo da crítica: mas a convicção é, para Popper, um crime declarado.

*

(Falsificação e Metodologia dos Programas de Investigação Científica – Imre Lakatos)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s