Mercados ou democracia?

Assistimos a políticos que dão a entender que o principal motivo das suas declarações foi o de acalmar os mercados. Assim, muitos governantes vão alienando as suas responsabilidades no interior do jogo democrático. Daí a importância da interrogação: mercados ou democracia? Terão as democracias a capacidade de regular os mercados e de os situar no […]

Os mercados…

Os interaccionistas simbólicos defendem uma posição conhecida: “se uma situação é definida como real, ela é real nas suas consequências…” Ora, os mercados definem que Portugal não conseguirá pagar as suas dívidas e os juros sobem… As consequências tornam-se mais pesadas, a premissa inicial torna-se cada vez mais verdadeira. * Também poderá estar interessado em […]

O Símbolo Revoltou-se

O símbolo revoltou-se contra o significado, age de mote-próprio: independentemente do que o governo de Portugal fizer, a cotação da sua dívida degrada-se sempre, até ao nível do absurdo. * Também poderá estar interessado em ler: Ficar preso no interior do símbolo O mundo dos símbolos Telecracia: o mundo através de imagens