Onde está o perigo?

Objetivo

Reflexão sobre os níveis de perigo associados a cada uma das actividades on-line.

1ª fase

O dinamizador promove uma conversa inicial relacionada com os perigos relacionados com a actividade na internet, nomeando alguns e conversando sobre os diversos suportes internáuticos.

2ª fase

Organizam-se diversos espaços na sala, cada um deles identificado com cartazes com os seguintes dizeres: «muito perigoso», «perigoso», «pouco perigoso», «sem perigo nenhum». O dinamizador enumera as seguintes situações, tendo os adolescentes de ir para a zona da sala mais relacionada, na sua opinião, com o grau de perigo que sentem existir naquela prática: falar com desconhecidos, dar mail, conversar em chat, pôr fotografia na net, conversar via webcam com desconhecidos e outras situações. Pode, da mesma forma, pedir que um aluno venha fazer o papel de dinamizador, listando outras situações.

3ª fase

Conversa com sistematização das contribuições. O dinamizador deve retomar os exemplos identificados ao longo da actividade, tentando fazer com que o grupo se exprima o mais completamente possível.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s