A dissipação do agora

urso preguiçosoAs novas tecnologias, volto assim a uma abordagem pessimista das mesmas, possuem um poder fissurante de cada um com o seu aqui e agora.

Utilizo estes dois últimos conceitos no sentido que a psicologia gestalt lhes dá: o bem-estar psicológico parte muito da capacidade de aceitarmos o presente. De estarmos bem connosco, neste momento que nos é dado viver.

Ora, muita da utilização das novas tecnologias incentiva, precisamente, o movimento inverso. Elenquemos um exemplo concreto: a criança a brincar com o tablet no momento da refeição. A mãe dá-lhe comida na boca. Mudemos, pois, de perspetiva: a crianção não se confronta com o desafio de se alimentar (o seu aqui e agora) mas vive uma suposta realidade no tablet, realidade esse entrecortada pelas colheres da mãe.

Dois momentos, níveis de realidade antagónicos que se combinam fragmentariamente na vivência psicológica da criança.

Deixemos agora aos leitores a tarefa de listar mais exemplos…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s