Velhas drogas, velhos consumos: o lento caminho da desarticulação biográfica

logo-FCHS-UFPTexto produzido no âmbito de uma investigação financiada pela FCT.

No presente artigo, pretende-se fazer uma reflexão crítica sobre certas dimensões presentes nas trajectórias de consumidores de drogas. Para isso, utilizou-se a recolha de histórias de vida de consumidores de heroína. Os testeminhos, passados para suporte escrito, foram depois submetidos a análise de discurso. Os resultados apontam na direcção de uma dificuldade com que muitos consumidores de drogas se confrontam: a incapacidade de construir sínteses biográficas a propósito do seu passado. O principal objectivo da investigação passou pela identificação de pontos de incoerência em três momentos cruciais do envolvimento com as drogas: o início dos consumos; a gestão da carreira; e os momentos de afastamento.
Referências:
Tinoco, R. (2004). Velhas drogas, velhos consumo: o lento caminho da desarticulação biográfica. Revista da Faculdade das Ciências Humanas e Sociais, 243-254.

Aceda ao artigo completo aqui

*

Também poderá estar interessado em ler:

A abordagem biográfica das toxicodependências

Notícias de uma investigação autobiográfica: o consumo de drogas como dilema moral

Histórias de vida: um método qualitativo de investigação

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s