As leis do mercado não funcionam em Portugal

cassete 2Com a entrada do ano novo, fomos imediatamente acossados com a subida de preço dos produtos panificados. O biodiesel exerce uma nova pressão sobre os produtos cerealíferos… Soubemos também, recentemente, que os preços dos combustíveis são dos mais elevados na União Europeia, isto fazendo a comparação antes da aplicação dos impostos (que por sua vez são dos mais altos…). Noutra semana, lemos que a electricidade é trinta por cento mais cara em Portugal do que na Espanha, apesar da criação do mercado ibérico da energia.

Os Altos Comissariados investigam práticas pouco claras, mas nada concluem. Aliás, o resultado das grandes investigações e processos judiciais é aí que desagua: no silêncio e na impotência. Mas por que é que será que o mercado não funciona em Portugal? Por que é que a competição entre as empresas não faz, pelo menos em certas conjunturas, os preços baixar?

Em relação aos combustíveis, o caso é gritante: sempre que sobe o preço do barril nalgum lugar do planeta, os preços imediatamente aumentam. Só é pena não acontecer o movimento inverso, de descida, quando o Dólar se vai desvalorizando… Outro mistério impenetrável tem que ver com o IVA: já vários analistas económicos defenderam que a anunciada descida de um ponto percentual no malfadado imposto, não se vai reflectir nos valores de venda ao público. Também aqui as leis do mercado não funcionam.

Claro que existe o problema dos grandes países emergentes, como a China e a Índia, que se lembraram de desatar a usar combustíveis e a desenvolver-se… A propósito: parece que isso também se poderá reflectir nos preços do arroz. Aqueles países começaram a exportar menos o produto, uma vez que a procura interna se intensificou. Nós, como país deficitário, poderemos ter problemas num futuro mais ou menos próximo.

No fundo, não há motivo para grandes espantos, no nosso país é relativamente raro encontrar alguma coisa que funcione. Como dizia Jorge Sena, a propósito de Espinoza: em Portugal, os filósofos já se exilam no tempo dos avós… Fazendo referência ao facto dos antepassados do famoso filósofo terem sido expulsos do nosso país.

Mas o que quer realmente dizer: “o mercado não funciona” ou o “mercado não reage a certos estímulos?” Eis a nosso humilde contributo: significa que uns quantos, alcandorados a posições dominantes, fazem basicamente quase tudo o que querem.

Escrito em Janeiro de 2008 – e não recebido por um jornal a que enviei o texto…

*

Também poderá estar interessado em ler:

O mercado: breve nota

Os mercados…

A privatização do dinheiro

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s