O segredo clínico e as novas tecnologias

segredo clínicoÉ um dado adquirido nas relações de ajuda, nomeadamente a psicológica. No entanto, o registo é um outro dado sempre presente na equação. Tradicionalmente esse registo é/ era efetuado em papel.

Existem, ao momento presente, uma série de programas e aplicativos tendentes a armazenar informação e, no fundo, substituir o chamado registo físico pelo virtual.

Os defensores do movimento defendem, se tudo for convenientemente armazenado, que o virtual é mais seguro que o processo físico. Muitas situações concretas darão razão a um ou outra plataforma.

Registemos aqui alguns cuidados a observar durante o processo:

– qualidade do aplicativo;

– local onde ficarão alojados os dados;

– quem tem acesso a esses mesmos dados;

– necessidade ou não de consentimento informado por parte dos clientes;

– definição sobre que género de dados poderão ou não ser registados.

Após estas questões, e muitas outras que decerto serão suscitadas, surge ainda uma outra etapa. Refiro-me, concretamente, ao trabalho quotidiano.

O sistema a atrasar-se, o computador lento, a pressão do registo, do agendamento… Em que medida poderão “triangular” a relação de ajuda?

*

Crédito da imagem aqui

*

Também poderá estar interessado em ler:

O desenvolvimento e os mundos virtuais

O terceiro incluído

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s