Encontros cegos

Objetivo

Promover discussão e reflexão sobre o que é conhecer alguém.

 

1ª fase

O dinamizador promove a habitual conversa inicial, desta vez versando a ideia de não se conhecer completamente as pessoas com quem se interage via internet: não lhe conhecemos a voz e as feições (caso não se use a webcam); a forma como ela reage com terceiros. É mais fácil, nestes meios, fingir quem se não é. De seguida, divide-se a turma em duas metades. Deve existir um separador central que impossibilita a visão de um lado para o outro.

 

2ª fase

As pessoas mantêm conversas apenas trocando mensagens escritas em papel sem se verem. A actividade pode fazer-se utilizando um separador, ou pondo as pessoas de costas umas para as outras, pode também usar-se utilizando uma sala de chat pouco frequentada. O objetivo é que uma equipa identifique uma pessoa da outra equipa. O dinamizador promove o diálogo e organiza a actividade como se se tratasse de um pequeno campeonato.

3ª fase

Partilha sobre o modo como decorreu o jogo. De seguida, o dinamizador faz o paralelismo entre o jogo e o conhecer pessoas na internet. Será que as conhecemos realmente? E se as formos conhecer na realidade? Quais os perigos? Discussão em grande grupo sobre o que é conhecer alguém e se o mundo virtual facilita ou dificulta esse conhecimento.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s