Educação financeira II: o porquinho mealheiro

GaloRecentemente, a área da educação financeira despertou-nos a atenção. O tema pode ser abordado sobre diversos prismas e populações-alvo. Voltaremos a este assunto mais tarde. Dedicaremos, por enquanto, este post à descrição de mais uma proposta de dinâmica de grupo.

O objetivo geral tem que ver com a constituição de uma carteira de poupança: que percentagem de recursos serão dedicados a aplicações ditas seguras; que porção será utilizada em aplicações de risco?

Os participantes são divididos em pequenos grupos. A cada um deles será distribuído um personagem desenvolvida aqui noutra dinâmica. Caso não se tenha utilizado essa dinâmica, terão de ser criados cenários: um grupo que criará uma carteira de poupanças centrada no risco e na rentabilidade; um outro será responsável pela construção de uma carteira centrada na segurança e preservação do capital.

Para concretizar estes cenários serão entregues desenhos de porquinhos mealheiros. Os grupos terão de os pintar com classes de aplicações financeiras. Terão ainda que recortar revistas, frases, imagens, personagens que ilustram cada área definida no porquinho mealheiro – ou a então, se for mais fácil que o caracterizem no seu global.

Faz-se assim a partilha final e a discussão dos contributos de cada grupo. Essa discussão pode servir de base a uma apresentação mais formal do tema.

*

Também poderá estar interessado em ler:

Educação financeira (I): Uma dinâmica de grupo

A gestão das técnicas de dinâmica de grupo em contextos de promoção da saúde: um mapeamento de competências

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s