Sobre histórias de vida

gueixa…no decorrer dos anos 50, na Europa, desenvolveu-se um movimento de uma amplitude muito grande e profunda a favor da recolha directa ou indirecta de testemunhos “vividos” – isto em todos os domínios, histórico etonológico, psicológico, sociológico e literário.

Poirier, Valladon e Raybant Histórias deVida, Teoria e Prática. Oeiras: Celta Editora, 1995

*

Também poderá estar interessado em ler

Histórias de vida: um método qualitativo de investigação

A banda desenhada e as nossas memórias

Vivências de si na toxicodependência – tese

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s