Somos escritores!

Objetivo Promover conhecimento da blogosfera. Incentivar a construção de um blogue.   1ª fase Reflexão sobre o que é um blogue. Quem sabe o que é? Quais as temáticas a que podem ser dedicados? Discussão em grande grupo. – 2ª fase Formação de pequenos grupos. Diz-se que a ideia será construir um blogue dedicado a […]

Vamos fazer uma partida?

Objetivo Promover trocas de impressões sobre as certezas que podemos ter na internet, assim como desmontar a ideia de segurança, certeza e invulnerabilidade que muitos dos adolescentes desenvolvem na sua relação com os mundos virtuais.   1ª fase O que farias para enganar alguém na net: numa rede social, num chat, messenger, em jogos MMOG […]

Sou dependente?

Objetivo Reflexão sobre os sinais e consequências de uma conduta dependente, no que concerne à relação com a internet e as suas diversas plataformas.   1ª fase Dinâmica semelhante à anterior. Desta vez, porém, os grupos devem concentrar-se na descrição de um viciado na internet quer em termos gráficos, quer depois em relação a aspectos […]

Ainda há piratas?

Objetivo Reflexão sobre a natureza criminal ou não de certos comportamentos internáuticos.   1ª fase Breve conversa sobre o tema da pirataria e de se cometer atos criminais. Terminado o diálogo, pode pedir-se aos formandos que façam uma listagem de comportamentos incorretos que possam ser cometidos na internet. – 2ª fase O dinamizador divide a […]

Os meus locais preferidos

Objetivo Quais os locais preferidos na internet: reflexão sobre motivos de serem atraentes, assim como os eventuais perigos que lhes possam estar associados.   1ª fase Debate em grupo sobre os locais mais atrativos na internet. De seguida, pede-se que cada um escreva um dos locais de que se falou em letras grandes numa folha […]

É mesmo amor?

Objetivo Paixões virtuais: apaixonar-se por uma pessoa que não se conhece, é mesmo amor? Promoção de reflexão conjunta.   1ª fase O dinamizador levanta a questão da existência de pessoas que se apaixonam umas pelas outras através da net e que sentem coisas por alguém que ainda não conheceram na vida real. Pode mostrar-se algo […]

Teleamnésia: o que é?

A metáfora da caverna sempre fascinou os homens desde os tempos da antiguidade, quando descrita por Platão, e simbolizou os extremos de alienação de que o ser humano é capaz. Mais recentemente Saramago no seu romance com o mesmo nome situou no grande centro comercial, um lugar fechado ao exterior, o cenário de uma alienação […]

Falar de quê?

Objetivo Reflectir sobre o «excesso de comunicação»: as pessoas na internet conversam quase sem existir nenhum motivo para a interacção.   1ª fase É importante que esta actividade não seja muito explicada no início. O dinamizador pode adoptar uma atitude evasiva, explicando que lá mais para a frente vão perceber o porquê da actividade de […]

Onde está o perigo?

Objetivo Reflexão sobre os níveis de perigo associados a cada uma das actividades on-line. – 1ª fase O dinamizador promove uma conversa inicial relacionada com os perigos relacionados com a actividade na internet, nomeando alguns e conversando sobre os diversos suportes internáuticos. – 2ª fase Organizam-se diversos espaços na sala, cada um deles identificado com […]

Quem é o intruso?

Objetivo Desconstruir o sentimento de segurança que muitos utilizadores jovens têm de superioridade e segurança face aos meios da internet.   1ª fase Breve diálogo sobre o sentimento de segurança e de impunidade no uso da internet. Como em outros casos, muitas vezes as pessoas pensam que determinadas situações só acontecem aos outros. – 2ª […]

O caçador

Objetivo Reflexão sobre regras de comportamento em ambientes virtuais.   1ª fase Diálogo inicial destinado a percecionar o conhecimento dos jovens relativamente a pessoas que velam pelo comportamento num dado ambiente internáutico. Em muitos desses suportes chamam-se a essas pessoas, cujo papel é salvaguardar a netiquete, os caçadores. Se o grupo conhecer esta função sob […]

A dissipação do agora

As novas tecnologias, volto assim a uma abordagem pessimista das mesmas, possuem um poder fissurante de cada um com o seu aqui e agora. Utilizo estes dois últimos conceitos no sentido que a psicologia gestalt lhes dá: o bem-estar psicológico parte muito da capacidade de aceitarmos o presente. De estarmos bem connosco, neste momento que […]

O predador

Objetivo Identificar perfis potenciais, assim como estratégias, do chamado «predador» virtual. – 1ª fase O dinamizador promove uma conversa inicial sobre a existência de certos utilizadores da internet que pretendem enganar terceiros, os aqui chamados «predadores». Sublinhamos algumas situações: pishing (tentar obter dados bancários da outra pessoa) pedofilia, violação, engate, roubo, vendas fictícias, entre outras. […]

O perfil do teclador

Objetivo Quais os perfis de utilizadores da internet? Promover reflexão sobre motivações e caraterísticas genéricas para cada faixa etária que se considere. – 1ª fase Breve conversa sobre o perfil dos tecladores (utilizadores da internet) e que esse perfil será necessariamente diferente conforme a faixa etária considerada. – 2ª fase Formação de grupos. Cada um […]

É bom incentivar o uso da net? O que não foi feito

Objetivo Mobilizar o grupo para a tomada de medidas que possam ser tomadas, de modo a melhorar a utilização da internet por parte dos menores que tenham à sua guarda. – 1ª fase Levantamento das medidas que foram tomadas relativas à utilização da internet por parte das crianças e adolescentes. A conversa incidirá sobre a […]