Charlie Hebdo: as camadas do acontecido

O crime foi hediondo. Houve um escabroso mas inconsequente ataque à liberdade de expressão. A onda de solidariedade que se lhe seguiu foi bonita… mas também assustadora: os ganhos políticos dos intervenientes, a ideia de não nos dividirmos – que remetem para a ideia de pensamento único. Je suis Charlie proclamaram muitos, eu incluído. Rapidamente, […]

Práticas parentais: o que digo e o que faço

Um menino chora no supermercado, quer que a mãe lhe compre um chocolate. A mãe diz que não, zanga-se mas o menino continua com o chocolate na mão. A tensão acumula-se… Ambas as partes crispam-se. A birra acaba por ser tão grande que a mãe  cede. Nervosa, tece o seguinte comentário: «fazes sempre o que […]

O Código Deontológico da Psicologia face a novos contextos de trabalho

Movidas pela necessidade do empreendedorismo, duas psicólogas lançaram-se num projeto em que sessões de escuta ativa decorreriam num conhecido café da baixa portuense. O projeto foi objeto de alguma visibilidade mediática despertando celeuma em diversos mass media, objeto de notícia no site da Ordem e também pelas redes sociais e mundo internáutico em geral. Concordamos […]

A informatização da fantasia

Imaginem um mundo em que os desenhos das crianças fossem delineados e «pintados» em computadores. Imaginem um país em que as histórias não são contadas por avós ou pelos pais mas por televisões. Imaginem crianças que só brincam ocasionalmente com os seus brinquedos e que passam a maior parte do tempo livre em frente de […]

O Público e o Privado – não é para todos

Li há dias que 150 mil famílias deixaram de pagar o empréstimo contraído para poder ter as suas casas. Dei depois por mim a pensar: porque será este assunto um problema privado, uma dor de cabeça de cada um? Os Estados europeus do sul endividam-se constantemente numa tentativa de garantir um sistema bancário que está […]

Interface homem máquina

A eficácia interáutica é tão grande, tão rápido o acesso à informação que não basta uma janela aberta no computador. Ativa-se uma e pouco depois mais outra. Ao estímulo segue-se instantaneamente outro clique. Nunca na história da humanidade houve notícia de um acesso à informação desta magnitude. Pensemos agora no computador à nossa frente. Tem […]

A corrosão do carácter: breves notas a propósito de Richard Sennett

É certo que a sensação de decadência e de dissolução dos costumes sempre surgiu, de uma forma ou de outra, em quase todas as sociedades humanas. A ideia de que a juventude está desorientada ou não tem valores foi familiar em diversos momentos históricos. Independentemente dos factos que apoiaram ou não estas asserções, existe também […]

Vinho e crédito ao consumo

Beber vinho é dar emprego a um milhão de portugueses. O slogan salazarista é por demais conhecido. Incentivava o alcoolismo e uma economia que lhe era associada. Este tipo de mentalidade foi difícil de ultrapassar por diversas gerações de educadores. No entanto, os ganhos políticos sobrepesaram todos os inconvenientes: o estar ébrio suspendia o mal-estar […]

Ficar preso no interior do símbolo

Jorge Zentner e Ruben Pellejero publicaram o álbum da banda desenhada FM Frequência Modelada em 1990. Trata-se de um conjunto de histórias breves a preto e branco. Destacamos para esta nota o primeiro enredo com o título de «Marketing». Acompanhamos o fim de dia de um locutor de rádio. Percebe-se que é conhecedor de música, […]

Reautoria: que palavra é esta?

É interessante pensarmos nas palavras e no que elas implicam – mesmo quando as achamos em aplicativos informáticos. Procurava descobrir na internet uma forma de recortar um vídeo em que participei anos atrás. As instruções eram claras e facilmente inteligíveis. Fiquei foi a pensar num nome de um botão do aplicativo: «re-author». Ser reautor, apropriarmo-nos […]

Nota sobre a literacia mediática

Há uma área de comportamentos de risco que urge ser explorada. Ao educador ou ao profissional responsável por um programa de promoção da saúde cumpre aceitar este campo de práticas em constante renovação, não tendo medo de não saber – porque de facto nunca saberá mais do que os alunos – mas aproveitando para promover […]

As tecnologias obsoletas

Propôs-se o termo de obsolescência planeada a um conjunto de fenómenos que tendem a inutilizar os objetos que possuímos, obrigando-os de um modo ou outro a comprar outros. Não se trata apenas do exemplo clássico da lâmpada preparada para fundir mais rapidamente. São os sistemas informáticos em constante mudança, os dispositivos de armazenamento de informação […]

Cantigas de ninar

As mães embalam ao colo, cantando aos seus bebés para que adormeçam mais rapidamente. Tapam-lhes o rosto e, quando mudam algum ritual ou estão por algum motivo ausentes, o choro é a consequência certa. A psicologia do desenvolvimento diz que a mãe pensa o seu bebé. Como aplicar este princípio ao género de situações que […]

Telepresença

O vocábulo encerra a ambiguidade evidente no uso das novas tecnologias. Uma verdade, por tão evidente, muitas vezes esquecida: quando estamos a conversar com alguém, via sonora ou mesmo com o socorro de imagem, não estamos perante alguém mas uma representação de um outro que está afastado. (nota publicada aqui). * Também poderá estar interessado […]

Marketing: as frases com vai-vem

Uma das tendências das campanhas publicitárias passa pela apropriação – indevida, diríamos nós – de frases e palavras apetecidas. Listemos alguns exemplos: «grátis»; «oferta»; «barato». Já a palavra «saldo», sendo objeto de regulação específica, deixou de ser tão apetecível, tanto mais que a importação da «rebaixa» – vocábulo de origem castelhana mas facilmente percetível a […]